(51) 3395 1166 | (51) 3395 2400

 

Novidades

Recomendações dermatológicas: 4 mudanças na sua dieta que podem melhorar a acne

Dieta da Acne | Clínica Weiss | Hugo Weiss Dermatologia

Existem diversas evidências cientificas de que sua alimentação afeta a acne. Saber o que comer e quais o alimentos que se deve evitar pode contribuir para o tratamento de espinhas, sejam elas severas ou não.

A discussão sobre conexão entre a dieta e a acne tem sido bastante controversa desde os anos 60, mas estudos realizados nos últimos 15 anos estão finalmente nos providenciando respostas. Quem tem acne está sempre batalhando para descobrir quais os alimentos que pioram o seu quadro, e até então médicos não tinham como dar uma direção específica aos seus pacientes.
O fato de que a comida influencia na acne faz sentido, mas é difícil identificar por conta própria quais os alimentos que podem agravar sua condição. Isso porque suas espinhas podem levar semanas, ou até meses, para melhorar ou piorar, mesmo depois de transformações na dieta. Saber o que você pode ou não comer irá manter sua pele o mais limpa possível. Se você está usando algum medicamento ou produto para acne e tratamentos de pele, uma boa alimentação pode contribuir para resultados satisfatórios. Além disso, maior parte das recomendações também fará bem para o seu corpo. Portanto, é provável que você se sinta melhor e mais saudável.

A maior parte dos estudos foi feita com base na acne que surge na adolescência, mas a informação também pode ser aplicada aos adultos. Em Julho de 2010, o jornal da Academia Americana de Dermatologia publicou uma matéria analisando todos os estudos científicos feitos a respeito da relação da acne com a dieta. Baseado em informações científicas mais recentes, a dermatologista Cynthia Bailey desenvolveu um guia da Dieta da Acne. Veja abaixo:

1.       Evite comer e beber alimentos ricos em carboidratos, tais como a farinha branca, pães, biscoitos e açúcares
2.      Consuma derivados de leite com moderação.
3.      Consuma alimentos ricos em ômega-3, como tais como o salmão, espinafre, sementes de linhaça e nozes.
4.      Consuma frutas e verduras frescas que contenham antioxidantes, zinco, selênio, vitamina A e fibras. Todos esses elementos ajudam a combater a acne. Mas cuidados: alguns desses nutrientes, se consumidos exageradamente em forma de suplementos, podem ser perigosos. Não utilize suplementos se for para compensar uma dieta pobre.
Portanto, aquele hambúrguer da foto é uma ameaça para a acne, por ser rico em carboidrato, ter muito queijo, não contem ômega-3, nem fibras e bem antioxidantes.
Sabemos que a dieta influencia na acne, assim como também influencia em outros problemas de saúde. A tendência é que, com uma dieta saudável, pacientes sintam menos necessidade de utilizar medicamentos. Isso significa uma pele bonita e saudável e menos efeitos colaterais provenientes de medicamentos para tratamento de acne. 

ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES: É importante ficar bem claro que a medicina não é uma ciência exata, e que os resultados podem variar, dependendo da região tratada, do tipo de pele, do tratamento empregado, do seu engajamento nos cuidados indicados e nas suas expectativas. Nós lhe garantimos que está consultando dermatologistas qualificados, com equipamentos e treinamento de ponta, que farão o possível para obter o melhor resultado. Informamos que as fotos utilizadas no site são meramente ilustrativas e fornecidas pelos fabricantes dos equipamentos.