(51) 3395 1166 | (51) 3395 2400

 

Novidades

Peeling com ácido retinóico


O ácido  retinóico, um derivado da vitamina A,  tem inúmeras indicações, e é considerado pelos dermatologistas como  um grande auxiliar no tratamento da pele.
Pode ser aplicado na forma de cremes, loções ou géis, em concentrações variadas, ao longo de alguns meses em casa, ou em concentrações muito mais elevadas, num procedimento denominado peeling químico, realizado em consultório médico.

O que é um peeling químico?

Os peelingsquímicos consistem na aplicação de uma substância na pele, em geral um ácido, e buscam a renovação celular . Essa renovação acontece porque a pele sofre uma descamação e, para repor a camada perdida, acelera a produção de novas células, explica  Hugo Weiss dermatologista.


Vantagens de um  peelingquímico de ácido retinóico:

 Além da renovação das camadas mais superficiais da pele, o ácido retinóico comprovadamente estimula os fibrolastos, células responsáveis pela produção do  colágeno  e da elastina, melhorando a textura e o viço da pele.
Indicações do peeling com ácido retinóico:

  • ·         Rejuvenescimento da pele, principalmente da pele com história de muita exposição ao sol. Suaviza sulcos, melhora a textura da pele e reduz manchas;
  • ·         Estrias: o ácido retinóico, em altas concentrações, melhora muito o aspecto das estrias, principalmente as recentes (vermelhas);
  • ·         Acne:o ácido retinóico é  muito usado no tratamento da acne, e em geral complementa os demais tratamentos, com melhora da textura da pele;
  • ·        Rugas finas: como explicado acima, há um aumento da produção do colágeno após o tratamento com ácido retinóico;
  • ·         Tratamento da oleosidade da pele: não sendo um tratamento que cure definitivamente o excesso de oleosidade da pele, sua ação pode ser bastante duradoura, após o tratamento;

Como é realizado o procedimento:
Após a limpeza adequada da pele o ácido é aplicado, e deverá permanecer por um período de tempo que varia de duas a 4 horas, de acordo com a sensibilidade da pele e da área a ser tratada. É um procedimento completamente indolor.
Após o período de tempo definido, a pele deverá ser bem lavada com água e sabonete, e o uso de um filtro solar de qualidade não pode ser dispensado.
Cerca de 48 horas depois  inicia, para a maioria das pessoas, uma descamação leve, como o “descascado” do excesso de exposição ao sol. Essa descamação dura em geral dois dias.
As sessões são em número de três a cinco, com intervalos em torno de uma semana.
Existem contra-indicações para esse procedimento?
Gestantes e lactantes  não podem fazer tratamentos com ácido retinóico, assim como quem apresenta qualquer tipo de infecção ativa, como por exemplo, herpes simples.
Também pessoas que necessariamente irão expor-se ao sol, seja pela prática de esportes, viagens, ou tipo de trabalho, não devem usar este ácido.
Como todo e qualquer tratamento, o peeling com ácido retinóico pode apresentar efeitos colaterais indesejados, mesmo que muito raros. Seu dermatologista saberá como conduzir o tratamento nesses casos.
E lembre-se: uma pele bonita depende não somente do tratamento das alterações que já existem como principalmente da prevenção de novos danos. Usar filtro solar diariamente, beber bastante água, manter uma dieta saudável e praticar exercícios físicos são parte do tratamento, diz Hugo Weiss.

ESCLARECIMENTOS IMPORTANTES: É importante ficar bem claro que a medicina não é uma ciência exata, e que os resultados podem variar, dependendo da região tratada, do tipo de pele, do tratamento empregado, do seu engajamento nos cuidados indicados e nas suas expectativas. Nós lhe garantimos que está consultando dermatologistas qualificados, com equipamentos e treinamento de ponta, que farão o possível para obter o melhor resultado. Informamos que as fotos utilizadas no site são meramente ilustrativas e fornecidas pelos fabricantes dos equipamentos.